.relógio

.pedaços recentes

. Alucinação - Parte II

. Alucinação - Parte I

. Um par de sapatos - Parte...

. Um par de sapatos - Parte...

. Um elo invisível

. Efeito borboleta

. Às vezes o escuro basta

. Campanha de Incentivo à L...

. Simple things...

. Ir com calma...

. Cliché

. Anzol

. Closure

. As if it was always the f...

. A espera

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.aqui e agora

hit counters
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008

"Prà rua me levar"... até mim!

Não vou viver
Como alguém que só espera um novo amor

Há outras coisas no caminho onde eu vou

Às vezes ando só

Trocando passos com a solidão

Momentos que são meus

E que não abro mão

Já sei olhar o rio por onde a vida passa

Sem me precipitar e nem perder a hora

Escuto no silêncio que há em mim e basta

Outro tempo começou pra mim agora

 

Vou deixar a rua me levar

Ver a cidade se acender

A lua vai banhar esse lugar

E eu vou lembrar você

 

É!

Mas tenho ainda muita coisa pra arrumar

Promessas que me fiz e que ainda não cumpri

Palavras me aguardam tempo exacto pra falar

Coisas minhas

Talvez você nem queira ouvir

Já sei olhar o rio por onde a vida passa

Sem me precipitar e nem perder a hora

Escuto no silêncio que há em mim e basta

Outro tempo começou pra mim agora

 

Vou deixar a rua me levar

Ver a cidade se acender

A lua vai banhar esse lugar


E eu vou lembrar você


 

(imagem tirada da net)

 

Houve tempos em que esta letra fez tanto sentido!

Hoje ainda quero que continue a fazer... de maneira diferente, é certo, mas quero que a rua continue a levar-me. Quero ganhar força para continuar a minha caminhada. Deixar-me guiar por todos esses sinais subtis que o caminho me vai mostrando um a um. Perceber que nada acontece por acaso. Entender e aceitar. Receber cada dia como um presente, porque o presente é uma dádiva deliciosa, e só depende de mim que assim seja.


Eu sei que tenho olhos mágicos. Tudo o que olho é visto muito além do mundo físico. Sinto tudo de tantas maneiras… Uso o coração muito mais do que é comum. Amo, sinto, choro, rio, zango-me, coro, temo, sorrio, sigo... vivo! Viver é uma aventura maravilhosa. E eu amo viver!


Há muito ainda para mudar em mim, eu sei. Há que aprender a estar comigo, só comigo. Há que aprender a cuidar de mim, a ser a minha melhor amiga, a pensar em mim... descobri que afinal não sei pensar em mim... Esta é a minha etapa a percorrer nos próximos tempos. Estar bem comigo, para poder estar bem com os outros e para os outros. A lua vai iluminar a minha rua, e eu vou aprender a lembrar-me de mim!

 

 

Prá Rua Me Levar - Ana Carolina e Seu Jorge

 

sinto-me: Confiante
música: Pra rua me levar - Ana Carolina

by anamar às 23:39

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Fases da Lua

CURRENT MOON

.favorito

. A energia de um sorriso.....

. Línguas de fogo

. James Carrington - "Ache"

. Numa caixa de papelão

. Viagem no teu pensamento

.outros pedaços

blogs SAPO

.subscrever feeds