.relógio

.pedaços recentes

. Alucinação - Parte II

. Alucinação - Parte I

. Um par de sapatos - Parte...

. Um par de sapatos - Parte...

. Um elo invisível

. Efeito borboleta

. Às vezes o escuro basta

. Campanha de Incentivo à L...

. Simple things...

. Ir com calma...

. Cliché

. Anzol

. Closure

. As if it was always the f...

. A espera

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

.aqui e agora

hit counters
Domingo, 7 de Fevereiro de 2010

Pedaço de céu_2

 

(imagem tirada da net)

 

Fala-me dessa estrela, dessa almofada que te aconchega… fala-me daí. Diz-me o que vês daí de tão longe. Fala-me daí, desse lugar seguro, desse pedaço de céu… fala-me daí. Diz-me como é esse lugar pois há muito que o esqueci. Descreve-mo em pormenor. Fala-me dos cheiros, das cores e das texturas. Fala-me de tudo o que vês e sentes. Lembra-me com é fechar os olhos e ver bem dentro do coração. Ensina-me a pôr de lado o peso das mágoas, a abrir as asas e voar para longe… voar até aí. Ensina-me como se faz, pois já só sei o que é estar aqui, já só sei sentir o que é daqui. Estou cansada, desiludida com tudo o que é daqui. Tudo à minha volta é demasiado pesado. São pequenos pesos pendurados nos cantos do sorriso que não o deixam crescer. Querem-no sempre pequeno, têm inveja do poder que esconde. Poder de curar, sarar as feridas, proteger e iluminar. E eu preciso de me sentir protegida, iluminada de novo, e tenho feridas ainda abertas que tardam em sarar. Anda, desce cá abaixo e leva-me contigo, só hoje. Faz isso por mim… faz isso só para eu aprender de novo o caminho.

 

 


by anamar às 21:41

link do post | comentar | favorito

1 comentário:
De Tânia ღ a 25 de Março de 2010 às 18:37
Adorei o malquer!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.Fases da Lua

CURRENT MOON

.favorito

. A energia de um sorriso.....

. Línguas de fogo

. James Carrington - "Ache"

. Numa caixa de papelão

. Viagem no teu pensamento

.outros pedaços

blogs SAPO

.subscrever feeds