.pedaços recentes

. Alucinação - Parte II

. Alucinação - Parte I

. Um par de sapatos - Parte...

. Um par de sapatos - Parte...

. Um elo invisível

. Efeito borboleta

. Às vezes o escuro basta

. Campanha de Incentivo à L...

. Simple things...

. Ir com calma...

. Cliché

. Anzol

. Closure

. As if it was always the f...

. A espera

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Abril 2014

. Março 2014

. Outubro 2013

. Julho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

Sexta-feira, 29 de Outubro de 2010

Odeio (me)

 

(imagem retirada da net)

 

Hoje odeio-me!!!!!!! Odeio-me porque estou doente, porque estou fisicamente fraca e porque esta fraqueza arrasta a outra com ela. Odeio-me e estou doente do corpo e da mente. Hoje odeio-me e aperto os dentes com força, porque vejo os outros ficarem felizes com pequenas (grandes) coisas, aqueles de quem eu gosto, e não me sinto alegre por eles. Sinto apenas a vontade de me sentir alegre, porque sei que é assim que deveria ser. Mas só isso. No fundo, hoje sou a invejosa mais asquerosa que eu conheço. Sinto nojo e raiva de mim própria. Sou má. Sim, eu também sei ser má... de longe, mas sei. O egoísmo corrói-me por dentro... e só eu sei... porque o deixo. Apenas eu sei. Todos julgam saber de mim, mas no fundo todos só pensam que sabem. Eu até podia revelar-me, mas depois teria de me libertar, e eu tenho medo de me libertar. Odeio-me!!! Odeio-me hoje com todas as minhas forças!


by anamar às 19:40

link do post | comentar | favorito

4 comentários:
De Nelita a 30 de Outubro de 2010 às 00:48
Gostava de ter lido: "hoje gosto mais de mim, porque cada vez mais me reconheço como ser humano... com invejas e fraquezas e até doenças que se aproveitam dos momentos em que nos sentimos pequeninas para nos atacar e assolar..."
Nem sempre somos capazes do que é expectável, mas podermos assumir isso torna-nos mais fortes do que tentar a todo custo colocar fora de nós esses sentimentos, como se pudessemos apenas ser gente (e gostar de nós próprios) apenas quando "saltam" as partes boas... Pensa nisso e não batas tanto em ti... E especialmente quando se está doente, o que nos faz bem são os mimos!=)


De anamar a 30 de Outubro de 2010 às 12:10
Pois, é só falta de mimo, é o que é!!! Mas o que tu escreveste já foi um miminho para mim...
Bigada*


De T a 20 de Abril de 2012 às 19:51
Identifico-me com tudo, principalmente com a frase: "Odeio-me... com todas as minhas forças!" :'(

Aaahhhh!!!!


De anamar a 21 de Abril de 2012 às 00:35
Por favor não te odeies! Este texto foi retrato de um sentimento que nunca pensei sentir, mas não passou de um momento. Um momento muito doloroso, mas se não fosse esse momento, talvez não tivesse encontrado as forças para deixar de pensar no que os outros têm que os faz felizes e começar a pensar em mim. Num ligeiro egoísmo talvez, mas um egoísmo necessário, porque só nós temos a força de arrancar de nós o melhor, de nos segurarmos firmes quando tudo à nossa volta parece querer derrubar-nos... parece... O mundo não gira à nossa volta... o mundo reúne inúmeras possibilidades e caminhos que podemos ou não escolher percorrer. E não nos podemos esquecer que é nas coisas mais simples que podemos fazer grande diferença na vida dos outros, mas mais importante que isso, na nossa própria vida. E as grandes distâncias percorrem-se num passo de cada vez...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


.favorito

. A energia de um sorriso.....

. Línguas de fogo

. James Carrington - "Ache"

. Numa caixa de papelão

. Viagem no teu pensamento

.outros pedaços

blogs SAPO

.subscrever feeds